• (67) 3321-0149
  • Segunda-feira à Sexta-feira das 08:00h às 17:00h

19 de outubro de 2019

CRO-MS participa de reunião com Defensoria Pública de MS

Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul para tratar sobre critérios que devem ser adotados nas prescrições médicas e odontológicas. Além do CRO-MS, representado pela conselheira, Silvânia Silvestre, estiveram presentes representantes das classes médica e farmacêutica.

A Defensoria Pública defendeu que os profissionais prescritores devem procurar fazer as receitas impressas ou, na falta de equipamentos eletrônicos em casos urgentes, com letra de forma e legível.

Os Conselhos Regionais e entidades das classes profissionais prescritoras voltarão a se reunir no mês de novembro para estudar uma campanha de conscientização profissional integrada.

A Prescrição Legível é assegurada pela Lei Federal 5.991/73 e a prescrição impressa é uma conquista da Lei Estadual 3.629 de 29 de dezembro de 2008, em que os profissionais de saúde prescritores devem fazer o ato de forma clara e legível para o paciente.