Data da notícia: 09/05/2019

Conselho Nacional de Saúde: CFO contribui com elaboração de normativa para veto de EaD na Saúde

O Conselho Federal de Odontologia (CFO) participou, nos dias 07 e 08 de maio, em Brasília/DF, de reunião da Comissão Intersetorial de Recursos Humanos e Relações de Trabalho (CIRHRT), do Conselho Nacional de Saúde (CNS) para construção de normativa que estabeleça veto em cursos ministrados 100% na modalidade de Ensino à Distância (EaD) na área da saúde. O CFO esteve representado pelo Cirurgião-Dentista Giancarlo de Montemór Quagliarello.

 

O posicionamento do CNS será estabelecido em duas principais frentes. Primeiramente, por meio de propostas para alteração do artigo 80 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação, que dispõe sobre os cursos na modalidade de Ensino a Distância (EaD). O objetivo é que as mudanças propostas sejam incorporadas ao Projeto de Lei nº 5.414/2016, em tramitação no Congresso.

Além disso, o Conselho Nacional de Saúde, por meio da CIRHRT, apresentará parecer insatisfatório ao Ministério da Educação (MEC) para todas as instituições de ensino que apresentem em seu Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) cursos ministrados 100% na modalidade EaD na área da saúde. O PDI apresenta como estratégia de ensino um modelo “híbrido” o qual incorpora, como uma de suas tendências, a inserção na modalidade EAD em formato semi-presencial. Esse modelo tenciona as práticas reais, como aquelas vivenciadas na comunidade, por práticas em outros cenários que podem destituir a importância do exercício presencial e interprofissional na construção dos saberes fundamentais no desenvolvimento das competências e das habilidades necessárias na construção do perfil de egresso desejado.

Para a Comissão Intersetorial, além de ferir os princípios do SUS, essa proposta se contrapõe às determinações da Resolução CNS No 515, a qual considera que: “a formação para o SUS deve pautar-se na necessidade de saúde das pessoas e, para tanto, requer uma formação interprofissional, humanista, técnica e de ordem prática presencial, permeada pela integração ensino/serviço/comunidade, experienciando a diversidade de cenários/espaços de vivências e práticas…”.

Resolução CFO 186/2017, que estabelece a obrigatoriedade de algumas disciplinas ministradas exclusivamente sob a modalidade presencial na graduação de Odontologia. Agora, com a Resolução 197/2019, fica vedada integralmente a inscrição e o registro de alunos desse curso na modalidade EaD.


Autor:
Fonte:


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- CRO-MS marca presença em 1º Circuito Odontológico Hands-On da Uniderp.
- Cirurgiões-dentistas de 10 municípios participam de evento sobre Farmacologia em Dourados
- CRO-MS e Sindicatos dos Técnicos e Auxiliares em Saúde Bucal se reúnem com deputado Fábio Trad
- CRO-MS se reúne com prefeito de Nova Andradina
- Profissionais da região de Nova Andradina participam de evento do CRO-MS
- Consultório clandestino é interditado em Bela Vista
- Relatório de Fiscalização CRO-MS 2018
- Nota de esclarecimento: Ministério Público Federal reconhece que Resolução CFO 196/2019 não viola preceitos legais
- Conselho Nacional de Saúde: CFO contribui com elaboração de normativa para veto de EaD na Saúde
- Prêmio Nacional CFO de Saúde Bucal 2019


CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA
UNIVERSIDADES PARCEIRAS


HOME | CONSELHO | DIRETORIA | PROFISSIONAIS | RECADASTRAMENTO | NOTICIAS | OUVIDORIA | MAPA DO SITE


Horário de Atendimento: De Segunda-feira à Sexta-feira das 08:00h às 17:00h
Rua Desembargador Leão Neto do Carmo, 1.812 • Jd. Veraneio • CEP 79037-100 • (Pq. dos Poderes) • FONE: (67) 3321-0149 • Campo Grande • MS